Consulta de débitos DMAE Uberlândia – Descubra como realizar o procedimento

0
(0)

Para aqueles que desejam realizar a consulta de débitos DMAE Uberlândia, o procedimento é realizado diretamente no site da companhia. Sendo assim, o passo a passo é simples e rápido, e se necessário, você pode até mesmo emitir suas contas na hora.

Como consultar débitos na DMAE Uberlândia?

Se você deseja emitir sua 2 via DMAE Uberlândia mas não se recorda exatamente qual fatura está em atraso, saiba que o procedimento de consulta pode ser feito diretamente pelo site que vamos disponibilizar para você.

Sendo assim, confira o passo a passo de como realizar a consulta

Passo 1. Abrir o site do DMAE Uberlândia

Para abrir o site oficial do DMAE Uberlândia você pode apenas clicar na imagem abaixo e será redirecionado para a página.  

Neste ponto você deverá informar se deseja inserir o número identificador de débito automático ou o código do imóvel, em ambos os casos você poderá acessar a declaração de débitos

O IDA (identificador de débito automático) é o código identificador com 10 números que pode ser encontrado no topo de qualquer das faturas antigas do imóvel.

O Código do Imóvel também pode ser encontrado na fatura, e poderá também ser inserido para acessar a declaração de débitos.

Neste passo basta emitir a declaração de débitos, para que você possa tomar ciência de quais e quantas faturas estão em aberto.

Conclusão

Sendo assim, podemos entender que o processo de consulta não leva mais que alguns instantes, e o melhor tudo, não é necessário possuir nada além do Identificador de Debito Automático (IDA), e o código do seu imóvel. Caso você não possua essas informações, não tem problema, elas podem ser localizadas em qualquer fatura antiga que você possua.

Quão útil foi este post?

Clique em uma estrela para avaliá-la!

Classificação média 0 / 5. Contagem de votos: 0

Sem votos até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos como podemos melhorar este post?

Deixe um comentário